Mulher não vale nada, fodendo cunhada casada. Desci para os pequenos seios, os quais eu acariciei e chupei juntamente muita vontade. Cheguei em sua bucetinha, vi o negócio mais linda do universo: Uma bucetinha branquinha, com pouco pelos loiros e molhada com um odor delicioso. Caí de boca lambendo e chupando seu clitóris, fazendo-a erguer os quadris, esfregando a buceta em minha cara. Chupei até fazê-la gozar em minha boca. Aí eu fui enfiando centímetro por centímetro, como ela gritava e rebolava como louca e tinha um orgasmo depois do outro. Nunca vi uma mulher gozar muito daquele jeito. Fodemos em todas as posições, especialmente de quatro, que é a minha preferida.

Comments are closed.