Cunhada lambisgoia atiçando o marido da irmã. Eu já massajava o seu cu através de os dedos, tocando as laterais, colocando pelas preguinhas, desço até perto da grutinha que eu estava idiota para explorar. Como também tinha um pouco de protetor na mão, não quis deixar a mão na sua cona. Não queria sujá-la de protetor pois eu sabia que ia chupar essa coisa linda. Eu até levava o tronco mais para trás para força ver a cabeça do pau explorando aquele rabinho apertadíssimo. Ela já tinha enfiado uma coisa ali, pois ela não sentiu grande dor. Logo o meu bastão entrou inteiro dentro

Categoria:

amador, Cunhada

Tags:

, ,

Comments are closed.